Categoria: Colunista convidado

0

Organizando a casa!

Por Mariana Mello e Souza Organizando a casa! (ou como perder o medo de usar o excel para facilitar seu dia a dia de trabalho) Seu catálogo digital tem dez livros? Cem? Mil? Como gerenciar todos os dados dos seus livros de forma que a consulta fique fácil e ágil? E quando...

0

PNLD e livros acessíveis a todos

Por José Fernando Tavares Do autor a quem faz o cotejo do livro, é importante que todos estejam conscientes que acessibilidade não é um recurso, mas sim um requisito básico das publicações digitais. A acessibilidade em livros digitais está sendo bastante discutida e debatida neste ano entre os editores graças ao...

0

Divulgar livros digitais – tarefa fácil?

Por Jonas Gomes Sobre as memórias de quando cursava MBA, há mais de 10 anos, lembro-me das aulas e discussões sobre Mobile Marketing que apresentavam naquele momento o Brasil como 5ª maior base mundial de celulares (110 milhões de aparelhos) e sobre as inúmeras possibilidades de uso deles em campanhas...

1

O real desafio para o E-book no Brasil

Por Gustavo Faraon Lembram quando o E-book vinha chegando por aqui? Tudo era dúvida. Ele trazia consigo um certo temor de transformação, que para alguns também era uma esperança de refundação completa de tudo. E lembram das narrativas criadas, dos prognósticos, das razões pelas quais se deveria apostar nele? Primeiro,...

0

Alea jacta est

Por André Luiz Martins Tiba O ano é 49 a.C. Júlio César, o conquistador da Gália, rodeado por suas legiões, hesita. O Senado de Roma, temendo um golpe, proibira que qualquer general e seus exércitos cruzassem o Rubicão. Mas, após algumas horas de meditação, profere a célebre frase “Alea jacta...

0

O livro digital e as vozes das ruas

Por Kim Doria Que o formato do livro eletrônico apresenta uma série de possibilidades multimídia em relação às edições impressas, não me parece haver muitas dúvidas. Desde a inclusão de imagens – ou de ilustrações coloridas onde o orçamento gráfico do impresso impõe a opção pelo preto e branco – até...

0

Preciso me confessar, colegas

Por Gustavo Guertler Colegas, eu pequei. Eu traí a nossa seita dos “Livros em Papel São Superiores”, traí os companheiros de partido que apostam todas as fichas em criar aquele produtão gourmet físico, e no digital só a conversãozinha básica está bom, com aquele aviso “também disponível em e-book”, para...

0

Mangás digitais e o “fantasma na máquina”

por Jefferson Ono No mangá The Ghost in the Shell, de Shirow Masamune, a Major Motoko Kusanagi é uma ciborgue altamente avançada cuja única parte ainda orgânica é o seu cérebro. Em certo momento da trama, a Major se questiona se realmente tem um encéfalo, já que não pode vê-lo, e...

0

Projetos gráficos flexíveis para múltiplos formatos

por Lucas Camargo A criação de projetos gráficos para livros digitais é bastante desafiadora, ainda mais se considerarmos uma realidade em que muitos projetos editoriais são concebidos para se tornarem livros impressos, e, depois, são “digitalizados”. Diante disso, gostaria de refletir sobre como podemos aproveitar os diversos formatos de E-book para a criação de um projeto gráfico...

0

Mobile (mais ou menos) first

por Antonio Hermida A maior parte das publicações digitais têm como base a versão impressa e, nestas, o projeto gráfico representa um conjunto de escolhas que conversam diretamente com aquele conteúdo. E quando digo “conversam com aquele conteúdo”, não me refiro apenas aos elementos narrativos, mas ao conjunto de elementos que...